Resolver problemas para ensinar e aprender matemática

STAREPRAVO. A. R. Resolver problemas para ensinar e aprender matemática. In: STAREPRAVO, A. R. ; PAROLIN, I. H. BOZZA, S. Na escola sem aprender? Isso não! Três olhares sobre o aprender e o ensinar. Pinhais: Editora Melo, 2009.

Em 2007 recebi um telefonema de uma grande amiga, a psicopedagoga Isabel Parolin. Ela me perguntou se eu estava a par  dos resultados do PISA 2006, divulgados naquela semana, e me indagou sobre o que poderíamos fazer a respeito das implicações daqueles resultados. Segundo a Isabel, precisávamos nos manifestar! Chamamos a especialista em Literatura e Língua Portuguesa, nossa querida amiga Sandra Bozza e começamos um diálogo que resultou na obra: Na escola sem aprender? Isso não! Três olhares sobre o aprender e o ensinar.

Fiz então o terceiro capítulo dessa  obra que foi produzida com o intuito de mobilizar a comunidade educacional em prol de ações consistentes em relação às não aprendizagens dos alunos na escola. Resolver problemas para ensinar e aprender matemática coloca em discussão os resultados obtidos por nossos estudantes nos programas de avaliações nacionais e internacionais, propondo uma análise entre a forma como como a matemática vem sendo ensinada na escola e o baixo desempenho dos alunos nessa disciplina.

Com uma linguagem leve e recheada de exemplos, apresento ali uma análise do papel da resolução de problema na construção de conceitos matemáticos, chamando a atenção para a necessidade de se diferenciar, na escola,  problemas de exercícios e aponto um caminho por meio do qual os alunos podem não apenas aprender matemática, mas também desenvolver competências que extrapolam o âmbito dessa disciplina.

O livro conta com mais dois textos (Aprendendo na escola e com a vida, da Isabel e Formar leitores: possibilidade de vencer a barbárie, da Sandra) e com um capítulo no qual nós três respondemos questões recorrentes coletadas em nossos trabalhos de formação pelo Brasil afora.

Prefácio de Celso Vasconcelos.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *